© 2017 - STTAMP - Todos os direitos reservados

Design & Development by VStudios INC

  • Twitter - White Circle
  • Facebook - White Circle

SPDH - PORTO

16.11.2016

STTAMP

 

Não é, infelizmente, novidade para nenhum de nós a amálgama avassaladora de problemas, injustiças e ingerências que os trabalhadores da escala do Porto têm sofrido, mais concretamente os provocados no decorrer do último ano.

Fazem parte das nossas conversas diárias questões como as progressões de carreira, o processo de avaliação e desempenho, os resultados financeiros da Escala e da empresa, a gestão de recursos humanos que afundou no período de Verão, as nomeações na linha hierárquica à margem de concursos, o "arranjo" das notas referentes à avaliação de desempenho de 2009 e 2010, e mais recentemente o fecho temporário do Terminal de Carga por parte da entidade reguladora do sector (ANAC), factos que cavam cada vez mais fundo o fosso entre os trabalhadores e a administração, lançando na nossa consciência colectiva os sentimentos do descrédito e da descrença naqueles que supostamente deveriam gerir os nossos destinos, na mesma medida em que criam um estado de ansiedade constante que aos poucos corrói as qualidades que nos diferenciam.

Temos estado a sinalizar estes assuntos pelos canais de comunicação com a administração de que dispomos, não havendo, na grande maioria das vezes, resposta. Quando há resposta, esta está muito longe de ser satisfatória.

Cedo percebemos que esta estratégia de atropelo à legalidade definida pelo Acordo de Empresa e às legítimas expectativas dos trabalhadores, seguida de silêncio ou respostas inconsequentes só pode ser rebatida recorrendo ao litígio jurídico.

Como é do conhecimento geral dos associados está em andamento um conjunto de diligências judiciais no sentido que o tribunal se pronuncie sobre a legitimidade daquilo que julgamos serem as nossas pretensões e para que produza o desfecho que desejamos, o de garantir os nossos direitos.

Este é, no entanto, um processo meticuloso, que padece de alguma morosidade na sua elaboração, também com o objectivo de produzir os resultados que almejamos.

Convém ainda referir, e para evitar más interpretações e informações maliciosas que deambulam pelos “tapetes” do Aeroporto, que este conjunto de acções é da exclusiva responsabilidade do STTAMP, com um objectivo colectivo, não se aplicando a nenhuma situação individual.

Como sempre a informação sobre o desenrolar das acções judiciais será comunicada em tempo oportuno aos associados pelos meios oficiais do STTAMP.

Por outro lado, continuamos activamente envolvidos no Grupo de Trabalho para o Handling, cujas reuniões decorrem na sede da ANAC, onde temos oportunidade de discutir as nossas propostas para a melhoria do sector com os restantes intervenientes, especialmente com o Governo, tentando que as condições de trabalho e, no geral, das vidas dos profissionais de assistência em escala sofram também melhorias significativas, cujas iniciativas propostas pelo STTAMP para o grupo de trabalho se encontram na última comunicação aos associados e que também pode ser consultada na página oficial do STTAMP no facebook

Estamos e continuaremos atentos e interventivos em relação a qualquer questão que envolva o bem-estar dos trabalhadores, perseguindo com firmeza a resolução dos problemas já identificados.

 

A Direção

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

logotipo STTAMP
Informação relacionada
Please reload

Please reload

Arquivo
Procurar por temas