© 2017 - STTAMP - Todos os direitos reservados

Design & Development by VStudios INC

  • Twitter - White Circle
  • Facebook - White Circle

TAP - PORTO Quem batalha pelos seus direitos é pago em dignidade

11.09.2017

STTAMP

Caros Associados e Amigos,

 

É com grande satisfação que vos comunicamos que obtivemos resultados palpáveis no seguimento das recentes acções tomadas pelos trabalhadores da TAP/Porto associados no STTAMP, que julgamos irão conduzir à resolução plena das questões que foram alvo de reivindicação.

 

Com efeito, e como de resto é já do conhecimento geral, o agendamento de uma reunião com o recém-empossado Director de Recursos Humanos da TAP, Dr. Pedro Ramos, fez com que os trabalhadores afectos ao STTAMP aceitassem desconvocar a greve em curso, greve essa que nos primeiros dois e únicos dias de realização teve uma adesão de 100%, numa clara demonstração de espírito democrático e de orientação para o diálogo, facto que muito nos orgulha e que deve ser tomado como um exemplo para todos os que lutam pelos seus direitos, liberdades e garantias.

Na referida reunião, que teve lugar na passada sexta-feira dia 8 de Setembro em Lisboa, foi finalmente possível discutir cara a cara a questão da adesão do STTAMP ao A.E. TAP, que conferirá aos trabalhadores da escala do Porto a capacidade interventiva e negocial ditada pela legislação laboral para o efeito, sendo que estamos já de posse da minuta para formalização da dita adesão, que nos foi enviada no próprio dia.

 

Em relação à questão da fractura nas relações laborais entre trabalhadores e chefia da escala, foi possível realizar uma explanação argumentativa plena de episódios que demonstraram claramente o "modus operandi" enviesado e obsoleto da chefia da escala TAP/Porto, tanto para as situações de cariz humano como para as de cariz técnico, tendo obtido reacções muito positivas por parte da Direcção de Recursos Humanos, que deixam antever uma resolução definitiva e cabal para o problema, sendo certo que estes trabalhadores se reservam o direito de retomar o seu protesto, se o desfecho não for o pretendido.

 

Fica o exemplo: quem não luta pelo cumprimento dos seus direitos, perde dignidade.

Vocês tomaram-na de assalto, pela justiça e pelas vossas próprias mãos.

Parabéns!

 

STTAMP - Mais perto de quem trabalha

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

logotipo STTAMP
Informação relacionada
Please reload

Please reload

Arquivo
Procurar por temas